Coisas para ter no frigorífico – Salmão Curado

Uma das melhores formas de conhecer a cultura de um povo é através daquilo que comem. Sempre que viajo, a primeira coisa que faço quando chego a um país novo é perguntar : ” E o que é que se come por aqui?”, já comi coisas bem horríveis para vos ser sincero, mas na maioria dos casos tenho tido óptimas surpresas. Lembro-me em Outubro de 2005 durante uma estadia em Estocolmo, tive oportunidade de provar algumas especialidades suecas e graças à hospitalidade e atenção do meu irmão “postiço” Marc  foi memorável. Os povos nórdicos são sobejamente conhecidos pela sua arte a fazer fumados tanto de carne como de peixe, mas o que eu não sabia é que eles também curavam peixe a frio, sem recurso ao uso de fumeiro.  Por isso não se preocupem, não vamos fazer uma fogueira na vossa cozinha. Vamos precisar sim de :


– 1 filete de salmão entre 800g e 1kg ( peçam na peixaria, muitas vezes as pessoas que lá estão fazem cara feia, mas é para isso que lá estão);

– Sal grosso;

– Açúcar amarelo;

– Pimenta preta;

– Aneto;

Vamos começar por  limpar o filete de espinhas que tenham ficado para trás e vamos retirar a pele – Se forem doidos como eu compram um peixe inteiro, que rende muito mais e dá mais gozo a fazer, por isso se acharem que estão à altura, afiem as facas e ataquem-no!

Continuando esta aventura nórdica… vamos misturar numa tigela: 4 colheres de sopa de sal; 1 colher de sopa de açúcar amarelo; um pouco de pimenta preta moída e 2 colheres de sopa de aneto.  De seguida vamos espalhar a mistura no salmão de um lado e de outro e envolvemos o filete em gaze, depois embrulhamos em papel de alumínio e colocamos num tabuleiro ou num pirex. Por cima do salmão colocamos algum peso distribuído pelo comprimento do filete ( podem usar pacotes de leite ou latas de conserva mais pesadas, para não as sujar ponham um pouco de película aderente para separar as superfícies). Deixem no frio durante 72 horas e não se esqueçam de escorrer o líquido que se acumula no recipiente todos os dias.
Depois de pronto este salmão aguenta-se vários dias no frio, mas se quiserem que renda mais podem cortar o filete ( se for grande) em doses e congelar. Come-se cortado fino, com tostas; em sandes; saladas ou pastas.
Espero que se divirtam a fazer este salmão.Deixo-vos com o estado de espírito de hoje…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s