Desafio do Alentejo Selvagem : O javali, o melaço e a carqueja

Não, o Nuno Markl não vai aparecer a fugir de um javali em fúria neste post! Desta feita o javali é que foi apanhado, a versão As Time goes bye… de : “O Homem que mordeu o javali”😛

Ontem foi dia de almoço com os amigos e fui buscar uns lombinhos de javali à arca, estavam a apetecer-me uns sabores mais bravios. O javali tem uma carne diferente de qualquer outro suíno, é magra e muito aromática, dispensa na sua confecção muitos condimentos, porque, devido à sua alimentação a carne
é carregada de aromas a ervas do monte. Da luta hercúlea com a Besta Negra (nome dado ao javali na Idade Média) nascem : os Lombinhos de Javali caramelizados em Melaço de Cana com Arroz de Carqueja, e para isso precisamos de:
– 2 lombinhos de javali ( eu usei 4 porque eram pequenos);
– Fio de atar;
– Alecrim fresco;
– Salva;
– Alho;
– Pimenta preta em grão;
– Sal;
– Azeite;
– Toucinho de porco preto;
– Aipo verde;
– Cebola;
– Alho-francês;
– Vinho tinto;
– Melaço de cana;
– Arroz carolino;
– Carqueja;
– Tabasco;
– Alho;
– Cebola;
– Tomate seco
Começamos por limpar os lombinhos eliminando alguma gordura que tenham, e vamos atá-los, é mais fácil cortar pequenos segmentos de fio e atar independentemente a carne com nós firmes (ver fotos). De seguida esfregar a carne com 2 dentes de alho picados; 1 colher de sopa de alecrim fresco picado; 1 colher de sopa de salva picada; sal e pimenta moída no momento a gosto.
Aquecemos uma frigideira com um fio de azeite, e coramos os lombinhos, quando estiverem corados em toda a sua superfície retirem e deixem-nos a descansar num tabuleiro. Entretanto vamos cortando uma cebola em meias luas finas; picamos 1 talo de aipo verde e um pouco de alho francês, espalhamos por cima da carne, e em cima de cada lombinho colocamos 1 fatia de toucinho de porco preto.
Reguem com um pouco de vinho tinto e levem ao forno ventilado à temperatura de 180 º C durante meia hora, mais ou menos( vão vigiando e espetando a carne, o javali tem de ser bem cozinhado por causa de eventuais parasitas mas também não pode ficar seco!).
Enquanto a carne está a cozinhar no forno, vamos começar com o arroz de carqueja, e para isso vamos ferver cerca de 1litro de água com uma pitada de sal, assim que levantar fervura deitem uma mão cheia de carqueja seca e deixem borbulhar um pouco, retirem a erva e reservem o caldo. Noutro tacho à parte vamos refogar meia cebola picada, 1 dente de alho picado e umas gotas de tabasco. Quando a cebola começar a dourar adicionem 2 chávenas de arroz e deixem o arroz fritar ligeiramente. De seguida adicionem o dobro do arroz em caldo de carqueja e juntem um pouco de tomate seco em juliana (tiras finas), cubram o tacho e deixem levantar fervura, ao levantar fervura baixem o lume e terminem a cozedura em lume brando até o líquido se evaporar.  Retirem do lume e reservem. Verifiquem a carne, retirem as tiras de toucinho que já devem estar bem crestadas, e adicionem uma colher de chá de melaço de cana por cima de cada lombinho.  Levem ao forno mais um minutos e retirem. Cortem os fios e fatiem os lombos, aproveitem o molho do  tabuleiro e passem-no com a varinha mágica. Sirvam os lombos com o molho por cima e com o arroz de carqueja.
Acompanhem com um tinto com algum corpo, um Catapereiro Escolha 2009 da Companhia das Lezírias vai na perfeição!
Com este Desafio do Alentejo selvagem deixo-vos com algo do Texas este Doubleback dos ZZ Top composto
para a banda sonora do Regresso ao Futuro III.
 Divirtam-se e bons cozinhados!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s