Olhe "faxavor"! É uma bifana com ovo a cavalo :P

Às vezes sinto o apelo da comida da rua…daquela tasca escurecida pelo fumo do tabaco e da gordura dos tachos. Nos dias que correm começam a rarear estes espaços…com as legislações comunitárias e a ASAE a apertar o cerco… É facto que tem de haver higiene e segurança na confecção dos alimentos, além de ser uma questão de brio profissional é um caso muito sério de saúde pública. Mas aparte disso… quem não adora aquela bifana no molho engrossado num tacho que já fritou centos e não é lavado provavelmente desde os tempos do regícidio😛
O sabor é fabuloso e faz tão mal ao colestrol… cocktail de proteína e gordura … yes please!!!!
Para o almoço de hoje decidi desconstruir a típica bifana no pão e introduzir alguns ingredientes fora do seu típico universo. Um prato de fusão “tipicamente” “tuga”!
Vamos pegar nos seguintes ingredientes:
– Bifanas de porco biológico (procurem a carne certificada, não há nada pior que carne a saber porco velho e antibióticos);
-Alho;
– Louro;
– Azeite;
– Sal;
-Pimenta-preta;
– Raspa de limão;
– Café Licor* (em alternativa usem 1 café expresso);
-Mostarda inglesa em pó;
– Mostarda;
– Geleia de malagueta ( compra-se em algumas lojas gourmet… eu geralmente faço-a em casa… mas isso é para outro post😛 );
– Manteiga;
– Pão Saloio fatiado;
– Alecrim fresco;
– Malagueta moída;
– Ovos;
Começamos por temperar as bifanas com um dente de alho picado muito fino, sal, pimenta moída ao momento e um pouco de raspa de limão. Deixem a repousar durante uns minutos para absorver parte do tempero. De seguida ponham uma frigideira a aquecer com um pouco de azeite e comecem a corar as fatias de pão de um lado e de outro, adicionem o alecrim picado e a malagueta moída, deixem ficar crocante e retirem do lume.
Noutra frigideira ponham um fio de azeite e duas folhas de louro, quando estiver quente comecem a cozinhar as bifanas num lume brando para que cozinhem uniformemente.
Quando pararem de libertar sangue, aumentem a intensidade do lume e corem de um lado e outro. Retirem do lume e reservem. Na mesma frigideira juntem um copo de shot de café licor e deixem reduzir com uma noz de manteiga em lume brando, de seguida adicionem uma colher de chá de geleia de malagueta, duas colheres de café de mostarda inglesa em pó e uma colher de café de mostarda normal, liguem bem os ingredientes e deixem reduzir um pouco. Rectifiquem o sal e retirem do lume. Sirvam a bifana com a tosta, o molho e um ovo estrelado, é a melhor maneira de celebrar a comida do tasco e o ataque ao colestrol🙂 Acompanhem com uma cerveja gelada e boa música, acho que este Little Lion Man dos Mumford and Sons é a companhia ideal🙂

Este slideshow necessita de JavaScript.

Divirtam-se e bons cozinhados!

* Café licor é uma bebida tipica da cidade Alcoy em Alicante, não tem nada a ver com licor de café e é amargo, bebe-se misturado com coca-cola, resultando na bebida típica de Alcoy : o Plis-Play. Dificilmente se encontra fora de Alcoy, é um produto exclusivamente autóctone… pode ser que alguém se lembre de importar essa maravilha🙂

3 thoughts on “Olhe "faxavor"! É uma bifana com ovo a cavalo :P

  1. Isto soa a delicioso…Aliás, eu posso afirmar: é mesmo delicioso…sim porque já experimentei..Assim que vi o post não resisti, e tive de o tentar reproduzir (quase na hora)…claro está que não tinha todos os ingredientes…mas na hora da verdade a gente improvisa, e assim fiz…Como não tinha geleia de malagueta, utilizei um relish que me foi oferecido…uma vez que o pretendido era algo "um pouco doce e ligeiramente picante" este relish de ananás dos Açores com pimentos indianos pareceu-me o ideal…(supostamente estes pimentos são os mais picantes que existem, mas confesso que não me recordo do nome "técnico")Uma outra alteração foi a utilização de um café expresso em vez do café licor, tal como indicado..e, apesar de não saber qual o sabor da receita "original", posso garantir que o resultado foi muito bom…e os improvisos correram bem…Pelo menos quem provou gostou, e não deixou nada para contar a história:)

  2. Como prometido, já li e vou experimentar.Tenho todos os ingredientes, mas vou confeccionar com umas alteraçoes, para ficar "à minha moda" :PE o Ramon que me perdoe, mas vou mesmo abrir a garrafa de Café Licor!

  3. Rita os pimentos lampiões(é esse o nome) são muito picantes é um facto, mas os mais picantes são uma variedade chamada Capsicum Chinense ou Seven Pot. Os pimentos lampiões ou Scotch Bonnet como são conhecidos, têm origem na América Central. A família dos pimentos (Capsicum) é originária da América Central e do Sul.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s