Os devaneios da silly season…

silly season é altura das praias, das bejecas na esplanada ao fim da tarde, dos escaldões tipo lagosta, da visita dos nossos primos “avecs” que insistem em impingir-nos o seu francês macarrónico, carros alugados e mau vestir😛

Enfim… aquela altura do ano em que podemos fazer todo o tipo de disparates que é desculpável, mesmo que seja algo completamente indefensável. Ora pois este ano calhou-me a fava do bolo rei, e as minhas férias ficaram em Agosto… aquele mês que abomino ( já se ouve a música do Psycho ao fundo…), mas nem tudo é mau, e resulta que Agosto acaba por ser o melhor mês para se estar em Lisboa. E como tal aproveitei para vir até à metrópole com a minha companheira de crime, que creio já se apresentou a vós ( Rita), não são férias no Algarve como manda a cartilha, mas são sem dúvida férias para recordar, na companhia das melhores pessoas… a nossa família.

Nestes momentos que temos para visitar os nossos entes queridos, aproveitamos para os celebrar à mesa, e da melhor forma com boa comida e boa companhia. Faz-se um prato especial, abre-se uma garrafa de vinho ou duas😛, e degusta-se com calma.

A minha mãe sugeriu que fizesse um prato de caça ( não estamos no Outono é verdade, mas em casa de caçadores há sempre algo na arca🙂 ), lá fui vasculhar a arca e dei logo com as tarambolas que tínhamos caçado em Janeiro ( a caça aguenta até 6 meses congelada desde que com pena ou pêlo!). Perguntam vocês o que são tarambolas… são aves da família das límicolas que passam pelo nosso país em grandes migrações durante o Inverno.

São também um tesouro gastronómico pouco conhecido entre os não caçadores, verdadeiramente apreciado como tal em França onde são reverenciadas como um manjar.

Optei por confeccioná-las com uma adaptação de uma receita do Chef Igles Corelli, que é uma autoridade em gastronomia cinegética. Nascem assim as Almofadas de Tarambola com Ragôut de Pied Bleu, para as quais precisamos dos seguintes ingredientes:
Para o caldo :
– 8 tarambolas (só as carcaças e as pernas);

– Aipo;

– Cenoura;

– Cebola;

– Alho;

– Alho-Francês;

– Salsa;

– Louro;

– Pimenta em grão ( eu uso uma mistura de verde,rosa,preta, jamaica e sezchuan);

– Água q.b;

– Sal;
Para as almofadas:
– 8 peitos de tarambola e a carne desfiada das pernas,

-80 g de carne de porco picada;

-50 g de bacon de boa qualidade ( o da Minho Fumeiro é óptimo);

– 1 fatia de pão saloio duro;

– Leite;

– Manjerona;

-Alecrim;

-Pimenta;

– Sal;

– 1 gema de ovo;

Para o ragôut:

– 1 metade de cebola;

– 1 cenoura pequena;

– 1 talo pequeno de aipo;

– 2 tomates maduros;

– Caldo de tarambola q.b;
– 1 embalagem de cogumelos Pied Bleu;
– 1 dente de alho;

– Azeite;

Este prato é demorado e chato de fazer, estou a postá-lo só porque me apetece e se tiverem a coragem e paciência de o fazer vão bendizer o tempo que levou e o trabalho que deu.

Depois de limpar as tarambolas ( esfolar e estripar), comecem por remover os peitos por inteiro com uma faca bem afiada, notem bem que os peitos devem estar inteiros e não separados! Reservem os peitos e coloquem as carcaças e respectivas pernas numa panela, com uns talos de aipo, 1 cenoura cortada grosseiramente, 1 cebola aos quartos, 2 dentes de alho inteiros, um pouco de alho francês, 1 colher de chá de mistura de pimentas em grão, 1 cravinho, 1 folha de louro, 1 ramo de salsa, cubram com água e temperem de sal, deixem em lume brando até ferver e depois mais 10 minutos. De seguida retirem as carcaças e coem o caldo, reponham somente os legumes e com uma varinha mágica passem-nos de modo a intensificar o caldo, reservem.

Desfiem a carne das pernas e piquem-na na 1,2,3 ou se tiverem paciência com uma faca, juntem com as 80g de carne de porco picada; 50 g de bacon; 1 fatia de pão demolhada em leite e esfarelada; a manjerona; o alecrim; sal e pimenta; e numa taça grande misturem tudo muito bem e liguem com uma gema de ovo, reservem.

Com a ajuda de uma colher espalhem o recheio de forma uniforme no interior dos peitos e unam as duas partes como se estivessem a fechar um livro. E agora vem a parte que é o desafio à vossa paciência e dotes de corte e costura! Como sou péssimo com agulha e linha pedi à Rita que fosse ela a fazê-lo… ora peguem numa agulha de coser lã e com fio alimentar cosam os peitos de modo a obter as nossas almofadas, demora tempo … é chato… mas vale a pena.

Peguem nas almofadas e numa frigideira com azeite quente, 1 dente alho e alecrim, marquem-nas de um lado e outro até ficarem bem alouradas. Deixamos os peitos repousar à parte, e começamos a fazer o molho, cortem os cogumelos em bocados  e numa frigideira com azeite bem quente salteiem, quando começarem a alourar  adicionem o alho picado, salteiem um pouco mais e reservem. Na mesma frigideira preparem um refogado com a cebola picada, a cenoura e o aipo, é importante que não deixem queimar por isso mantenham uma temperatura mediana até os vegetais ficarem bem macios, de seguida juntem o tomate picado e sem pele. Deixem cozinhar até liquefazer o tomate e adicionem um pouco de caldo, deixem reduzir um pouco e adicionem os cogumelos, cozinhem em lume muito baixo e ponham as almofadas  num tabuleiro com azeite e um pouco de banha de porco preto, levem ao forno  ventilado durante 25 minutos a 180ºC. Rectifiquem os temperos do ragôut (sal e pimenta), e retirem as almofadas do forno, sirvam sobre tostas de pão saloio com o ragôut e as almofadas por cima. Acompanhem com um tinto de carácter vincado, creio que um Duque de Viseu – Dão 2008 é uma boa escolha, com um belíssimo palato e um preço bastante cordato.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Divirtam-se e bons cozinhados!

4 thoughts on “Os devaneios da silly season…

  1. Meu caro amigo e partner do crime… este prato parece-me bem, aliás muito bem…. mas para outros fazerem….demora para burro, e eu até tenho paciência, mas também não nada de exageros! lol… Gostei da dinâmica do blog… é favor continuarem! Beijos

  2. Meu caro amigo e partner do crime, parabéns pela dinâmica do site. Quanto à receita, por amor da santa, isto demora para burro, tenho paciência na cozinha, mas por favor não exagerem! Vou continuar atenta… e faço um cardápio, para tu executares cá em casa!

  3. My dear😛 Eu publico qdo me dá na gana e o que me dá na gana, é óbvio que isto é um prato demoradissimo, só a preparação leva-te um bom par de horas. Contudo publiquei porque achei criminoso comer isto e não partilhar😛 Mantém-te a par ok ? Beijocas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s