Peixinhos da Horta Mix

Pois é verdade… diz que andamos desaparecidos, as vicissitudes da vida obrigam-nos a estar afastados da escrita e do laboratório da cozinha. Mas regressamos neste início de semana com um clássico dos petiscos de tasca: os Peixinhos da Horta.  Os antepassados das tempuras japonesas (sim porque fomos nós que ensinámos os japoneses a fazer tempura!) são provavelmente um dos grandes presentes que demos à culinária, no nosso percurso  das Descobertas, acabámos também por ser os pioneiros da cozinha de fusão e contribuir com pérolas como esta para as delícias de muitos palatos🙂

Numa reinterpretação deste petisco clássico, alterámos  a polme e introduzimos umas surpresas  :P  Assim fizemos um Peixinhos da Horta Mix  com Salada de Laranja e Alho-Francês ( sim esta salada é frequentemente utilizada para combinar com pratos nosso e nós gostamos muito!).  Para começar vamos tratar da lista de ingredientes:

Para os Peixinhos:

–  Farinha ( usei farinha de centeio, dá uma cor excelente aos peixinhos);

– Levedura Química ( tipo Royal);

– Cerveja (com Guiness fica fabuloso, a polme insufla lindamente);

– Sal;

– Pimenta;

– Feijão Verde;

– Anchovas em conserva;

– Vinho do Porto Tawny;

– Raspa de Limão;

Para a salada:

– Laranja;

– Alho Francês;

– Sal;

– Pimenta;

– Salsa;

– Vinagre balsâmico;

– Azeite

Sem mais delongas, vamos começar por marinar as anchovas, escorremos óleo e separamos os filetes com cuidado para não se partirem. De seguida coloquem os filetes num prato de sopa e cubram com um pouco de vinho do porto e raspa de limão, deixem repousar de 20 a 30 minutos ( vai tornar os filetes mais macios e menos agressivos de sal).  Giro não é? Saquei de uma receita do Jamie Oliver para tempura de Salva com Anchovas, só que em vez de usar Marsala uso Porto e  raspa de limão😛.  Enquanto os filetes ficam a “dormir”, começamos a arranjar o feijão, cortem as pontas, e ao meio, cerca de metade do feijão, a outra metade cortamos em metades como se fossemos fazer uma sandes. Pegamos nos filetes de anchova, e colocamos entre duas metades de feijão verde, de seguida espetamos um palito para ajudar a manter tudo unido. Começamos a fazer a polme, colocando cerca 150 g de farinha de centeio numa tigela, depois temperamos com um pouco de sal e pimenta, e vamos adicionando a cerveja, mexemos com uma vara de arames até obtermos uma consistência quase líquida ( o ideal é testar com um pouco de feijão verde, se agarrar bem e não escorrer muito está no ponto) reservamos.

Pomos o óleo a aquecer, e passamos à salada, descascamos a laranja tendo o cuidado de remover a parte branca, e cortamos aos gomos. Cortamos o alho francês em rodelas finas, e misturamos tudo numa tigela com o sumo restante da laranja, azeite, vinagre balsâmico, sal, pimenta e salsa picada.

Fritamos os peixinhos da horta, deixamos crestar ligeiramente ( não deixem fritar demais!), empratem por cima da salada como na sugestão da foto e acompanhem com um branco… Monte Cascas Colheita Douro 2010 acho que é o “amigo” indicado para este prato, com um cheirinho de casco, citrino, boa persistência no palato e uma acidez equilibrada.

Uma sugestão para apreciar nos dias de calor que se avizinham🙂

Bons cozinhados e acima de tudo… divirtam-se!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s